Uma das grandes descobertas da humanidade, a energia elétrica pode tanto nos ajudar, quanto nos prejudicar. Para aproveitar apenas suas vantagens, segurança é primordial.

Por Magdalena Bertola

Legenda: A eletricidade nos possibilitou avanços na sociedade e muito conforto.A energia elétrica como conhecemos hoje só começou a ser utilizada no século passado, apesar de os combustíveis fósseis – carvão mineral, gás natural e petróleo – já serem utilizados e terem sido alguns dos responsáveis pela Revolução Industrial.

Atualmente, a elétrica é um dos tipos de energia mais utilizados pela população mundial, isso graças à facilidade do transporte da corrente (do ponto gerador ao ponto receptor) e a baixa perda energética durante conversões.

Quer saber mais sobre esse assunto? Neste artigo, ainda abordaremos como a energia chega até nós e a importância do aterramento para nossa segurança. Continue lendo e confira!

O caminho da eletricidade até nossas vidas

Para chegar até nossas casas, a energia sai da usina geradora para as estações de transmissão. Lá, é onde transformadores aumentam a voltagem e a energia segue pela linhas de alta tensão que, por sua vez, corre pelos postes ou galerias subterrâneas e chega até nossas tomadas para usarmos com nossos dispositivos. Os fios de alta tensão são feitos, geralmente, de cobre ou de alumínio.

Como citamos, a voltagem que sai das estações é de altíssima tensão e, por este motivo, se torna extremamente perigosa. Para que possamos usufruir de toda a comodidade que podemos ter com a eletricidade, precisamos tomar alguns cuidados, seja na nossa casa, na nossa empresa, ou mesmo nas nossas fazendas.

O aterramento elétrico: a proteção

Antes de mais nada, vamos explicar brevemente o que é o aterramento elétrico.

Como o nome já dá a entender, a prática do aterramento consiste em enviar a eletricidade para a terra de maneira artificial, a fim de que a mesma se dissipe em segurança. Para isso, é preciso que um dos fios do cabo de ligação do sistema esteja conectado à terra – este fio é o famoso fio terra.

O aterramento tem o objetivo de garantir a integridade física da sociedade (ou seja, de todas as pessoas) e também de animais, seja no uso doméstico ou profissional, além de proteger nossos equipamentos que precisam ser ligados na tomada.

Imagine a seguinte situação: uma pessoa precisa secar o cabelo após o banho. Para isso, ela pega um secador, que está com o fio descascado, e o liga na tomada.

Por conta do fio descascado, chances existem de que a pessoa em questão tome um choque do aparelho. Isso por que a energia se acumula e sobrecarrega tanto a instalação elétrica do local, quanto o equipamento. Para que ninguém tome choque ou tenha prejuízos com aparelhos queimados, o fio terra, ou seja, o aterramento da casa, faz o trabalho de eliminar o excesso de energia.

Um equipamento que utiliza tomada e é conectado a um sistema com isolamento mal feito, não consegue liberar a energia de maneira segura. Caso alguém entre em contato com o objeto, acabará recebendo toda a descarga elétrica.

Sendo assim, fazer a correta instalação de todas as partes do sistema elétrico do local é imprescindível, inclusive para utilizarmos de maneira segura rádios, chuveiros, computadores e até nossos celulares, já que estes precisam que suas baterias sejam recarregadas através de carregadores ligados à uma tomada.

Mas e os para-raios?

Para-raios são excelentes formas de se proteger da eletricidade da atmosfera, da qual não temos controle.

Inventado por Benjamin Franklin, este dispositivo de segurança é usado para ser o ponto em que as descargas atmosféricas “escolhem” para cair. Isso por que os raios sempre caem no ponto mais alto de uma área, como árvores solitárias, topos de prédios e casas, e em qualquer objeto que seja mais proeminente que o resto ao redor.

Feito por uma haste de metal pontiaguda conectada a cabos de cobre que vão até o solo, fazendo o aterramento. O para-raio oferece um caminho mais fácil, com pouca resistência, para a eletricidade chegar ao solo sem complicações para ninguém – nem para os eletroeletrônicos.

Conclusão

É sempre, sempre importante contratar um profissional qualificado para fazer o sistema elétrico da sua propriedade ou, caso a rede já esteja feita, checar se está corretamente aterrada e com as ligações e equipamentos protetores em dia.

Além disso, o para-raios é a melhor opção para se proteger das descargas elétricas da atmosfera, pois oferece um caminho com pouca resistência para a eletricidade chegar até o solo e ser dissipada.

A Match Solutions trabalha com fios e cabos de cobre nu de altíssima qualidade para que suas instalações elétricas sejam altamente seguras e eficientes. Para saber mais sobre nossos produtos, entre em contato com nossa equipe e aproveite as melhores opções para a segurança da sua família e da sua empresa.

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *